Salmos

Provérbios







quarta-feira, 19 de maio de 2010

Os jovens cristãos são chamados a alegrar, cada dia, o mundo com a beleza da confiança, da partilha e do perdão de Jesus Cristo.

Os jovens precisam assumir sua atuação na sociedade, contribuindo com o seu idealismo e a riqueza da esperança. O importante são os valores com os quais podem fecundar e dinamizar a sociedade.



No mundo de hoje em que, infelizmente, agrava-se a injustiça e a violência, urge superar esta situação caótica e demonstrar que um outro mundo é possível nesta terra. Nossa meta é o céu prometido por Deus e assegurado pela vitória de Jesus sobre o pecado e a morte.



A vontade de Deus, no entanto, ao nos criar e colocar nesse mundo, é de que já se inicie o caminho para a felicidade, fazendo o bem como compete aos filhos e filhas de Deus.



VALORES



Jesus Cristo é quem nos ilumina sobre o desígnio divino da salvação. É Ele que veio anunciar a Boa Nova e nos ensinar a viver, já nesta vida, os valores do Reino definitivo, tornando presente a beleza da vida da graça divina em nós. Quais são estes valores que os jovens cristãos são chamados a proclamar ao mundo com a palavra e o testemunho de vida? A enumeração desses valores nos ajuda muito, pois nos faz compreender que eles se completam e procuram retratar a vida de Jesus Cristo que devemos imitar. Esta é a missão dos cristãos e mais ainda dos jovens cristãos.



CONFIANÇA



Jesus nos ensinou a confiança no Pai do Céu. Acreditando no seu desígnio de amor superamos todo medo. Lembremo-nos da lição de São Paulo:



“Tudo coopera para o bem na vida daqueles que amam a Deus”. (Rm 8, 28) A confiança é tão grande que vence a angústia nas provações, pela certeza de que Deus conduz as nossas vidas para a sua plena realização. Da confiança em Deus nasce a força para amar o próximo como Jesus. E aí temos muito que imitar. São duas as expressões mais fortes da fraternidade cristã: a partilha e o perdão.


 

PARTILHAR

Por partilha entendemos a capacidade de dividir com os outros o que de Deus recebemos. Partilhar o pão é o grande sinal do amor que deverá sempre mais nos unir. É preciso assim partilhar não só o alimento cotidiano, mas também tudo que somos e temos.



Os jovens cristãos são chamados a dar testemunho de vida solidária e feliz pela comunhão de bens, para marcar a superação do egoísmo e revelar a força de Cristo em nosso meio. Na medida em que partilhamos o pão, a humanidade torna-se mais fraterna e obtemos como fruto a alegria própria do amor gratuito de quem vive o Evangelho da partilha e da comunhão.



PERDÃO



A outra atitude que expressa de modo claro e forte a nossa intenção de servir a Deus na vida de discípulos e discípulas de Jesus é o exercício do perdão evangélico. É o que mais falta na sociedade. Quem crê recebe uma força especial para amar e perdoar. Pagar o mal com o bem, vencer o ódio e a vingança, promovendo a reconciliação e a concórdia: eis aí o testemunho de amor mais forte que as lideranças jovens podem dar ao mundo de hoje. Os jovens cristãos são chamados a alegrar, cada dia, o mundo com a beleza da confiança, da partilha e do perdão de Jesus Cristo.


Nenhum comentário:

Postar um comentário