Salmos

Provérbios







sexta-feira, 21 de maio de 2010

A confissão


Mc 5:27-34


Qualquer pessoa, em qualquer lugar, que colocar em prática esses quatro passos ou princípios, sempre receberá. Quantas vezes receberá? Poucas vezes? Não, sempre receberá uma resposta.





1 – Diga – Primeiro a mulher disse: “Se tão somente tocar nas suas vestes, sararei.” (v.28).

Ela sonhou com a sua cura e verbalizou o que estava no seu coração. Anunciou no Reino do Espírito. Não apenas desejou e sonhou. Anuncie coisas boas, profetize, mova-se pela fé, esperança (sonhos) e amor, que é o próprio Deus (I Jo. 4:8).





2 – Faça – Segundo, ela agiu: “Veio por detrás, entre a multidão, e tocou na sua vestimenta (de Jesus).” (v.27).

Ela moveu-se, não olhou para debilidade física e emocional que ela vivia, não ficou alimentando posição emocional de autocomiseração ou vítima da vida porém, tomou uma atitude e isto gerou a quebra do imobilismo. Jesus disse: “vinde A mim todos vós que estais cansados, sobrecarregados, enfermos oprimidos que vos aliviarei.”

É necessário ir, tomar uma atitude.





3 – Receba – Terceiro ela recebeu: “E logo se lhe secou a fonte do seu sangue e sentiu no seu corpo estar já curada.” (v.29).

Através de sua atitude determinada em que venceu todos os obstáculos que estavam a sua frente como: debilidade física, desânimo gerado pelas circunstâncias adversas que ela já enfrentava há doze anos, como também a grande multidão que estava a sua frente e rodeava o Mestre. Apesar de tudo isto, através de sua atitude de ir a Jesus, ela recebeu.





4 – Proclame – Ela confessou: “Então a mulher, que sabia que tinha acontecido, temendo e temendo, aproximou-se, e prostrou-se diante dele, e disse-lhe toda a verdade.” (v.33).

É necessário contar aquilo que Jesus nos tem feito, não apenas como testemunho para outras pessoas, para lhes acrescentar a fé, por que a fé vem por ouvir acerca de Jesus (Rm 10:17), como também para reafirmar diante dos principados e forças espirituais da maldade a nossa vitória conquistada através de Cristo no Calvário.





Conclusão: Então, Jesus assegurou: “Filha, a tua fé te salvou: vai-te em paz e sê curada deste teu mal.” (v.34).

Após a confissão, aquela mulher não só recebeu a cura como a salvação.







Fonte: www.ministeriomontesinai.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário