Salmos

Provérbios







quarta-feira, 30 de junho de 2010

Orfãos e viúvas



Órfão : Aquele que perdeu os pais, ou um deles; perdeu um protetor, um provedor; e o exemplo a seguir.



Viúva: Aquela que perdeu o marido, perdeu o protetor, o provedor.



Jo 14 : 18 diz “Não vos deixarei órfãos; virei para vós”.







Cristo ao falar estas palavras, estava dando a certeza aos discípulos de que Ele não os estava deixando como órfãos, isto é , por ocasião de sua morte , alguns poderiam pensar: “ Cristo nos deixou” , mas Cristo jamais abandonou a nenhum deles, em todo o tempo mostrou-se como um pai ofertando proteção, suprimento e formação. Quando diz “virei para vós”, estava dizendo que após sua morte estaria se dispensando como pai para cada um que o aceitasse. Isso o faria e fez em Espírito no coração de cada um de nós.







Tg 1: 27 diz: ” A religião pura e imaculada para com nossos Deus e Pai é esta: visitar os órfãos, e as viúvas nas suas aflições, e guardar-se incontaminado do mundo.”







“Religião” quer dizer : religar o homem a Deus.







“Pura e imaculada” quer dizer: sem mistura nem mancha;







“Para com nosso Deus e Pai” : é interessante observar aqui que nossa visão a respeito de Deus muitas vezes não tem a conotação de Pai, nos esquecemos disto, negligênciamos este atributo de Deus, o tomamos por Deus todo poderoso, mas não o tomamos como pai; esquecemos de considerar nossa relação com Deus, como sendo Pai e filho, somos filhos desde o dia que recebemos a Jesus como nosso salvador ( Jo 1:12 ), receber a Jesus como nosso salvador nos deu o direito de sermos chamados filhos de Deus.







Outra coisa que me chama a atenção neste texto de Tg 1 : 27 , é a visita, o texto menciona uma visita feita a duas classes de pessoas: o órfão e a viúva. Esta visita é o próprio conceito da religião pura e imaculada para com Deus como diz o versículo, só que, uma coisa é importante salientar, a visita é feita no momento das aflições, aonde a necessidade se manifestava, porém, havia um alerta: “e guardar-se incontaminado do mundo”. Quando alguém passa por esta experiência de tornar-se viúva ou órfão, pode manifestar alguma inconformidade quanto ao fato ocorrido, liberando palavras e sentimentos de insatisfação e revolta, é disso que precisamos nos manter incontaminados, incontaminados desses sentimentos de revoltas e inconformidades contra a vontade do próprio Deus.







Mas como posso entender este verso espiritualmente nos dias de hoje?







O órfão é todo aquele que não tem a Deus como Pai, ou se o tem, deseja não ter.







Viúva é toda aquela que não tem mais a Cristo Jesus como marido, ou ainda tendo, não vê a hora de não ter mais.







Em Lc 15:11-32 ,há a parábola do filho pródigo, onde um filho por opção, decide se tornar órfão, pois ao pedir sua herança ao pai ainda vivo, em outras palavras diz a este pai: ” você para mim morreu”, pois todo filho que toma herança, só a toma porque seu pai morreu, ninguém toma herança sendo que o Testador ainda esteja vivo ( Hb 9: 16,17 ). Este filho tornou-se órfão porque decidiu sair de debaixo da proteção e provisão do pai. Assim como este, hoje espiritualmente, existem muitos órfãos espirituais, pessoas que estão dentro da igreja mas não querem olhar para Deus como sendo seu Pai, se por acaso ainda disserem que querem Deus como Pai, o querem como provedor de suas necessidades, mas não como um pai que os corrija.







As viúvas por sua vez, são todas aquelas pessoas, independentemente de ser do sexo masculino ou feminino, que se afastam de Cristo, e se comportam como se fossem desamparadas.







O que quero salientar é que espiritualmente, podemos entender que a orfandade e a viuvez, são um estado de espírito, diga-se de passagem que, por opção, pois Deus o Pai nunca morre, nem Cristo o marido tornará a morrer.







Já repararam que, o mesmo órfão também pode ser a própria viúva?







Você já parou para pensar se em algum tempo já não agiu desta forma?







Nossas inconformidades, revoltas e insatisfações, geram afastamento da nossa relação com Deus e Cristo Jesus. Por que haveria neste verso de Tiago 1 : 27 , esta recomendação de manter-se incontaminado das coisas do mundo? se ao nos aproximarmos destes órfãos e viúvas, deles não ouviríamos todo tipo de murmuração e contenda. Deus é sábio, e ao nos mandar visitá-los recomenda-nos que também não sejamos contaminados por este tipo de estado de espírito.







Muitos ignoram que Deus é Pai. Lêem nas escrituras , concordam nas ministrações, mas na hora de se comportarem como filhos, sendo corrigidos por Deus (Hb 12:6-11) esquecen-se de tudo e se comportam como órfãos, ” não tenho pai, não tenho quem me sustente, não tenho proteção, não tenho quem me dê abrigo….” só para a vara não os apanhar”.







Tanto o órfão como a viúva, apenas precisam de serem reconduzidos a posição de filhos e de espôsa, por isso se faz necessária a visita. Esta visita deve ter o objetivo de reconduzir o órfão e/ou viúva a Cristo Jesus.







O orfão é alguém que precisa de amor ( Dt 26:12)



O órfão é alguém que precisa de ajuda (Is 1:17).



O órfão precisa de ser suprido (Dt 10:18).



O órfão tem um pai que é Deus (Sl 68:5).



o órfão tem um pai que zela por ele (Êx 22:22 e Dt 24:17).

Nenhum comentário:

Postar um comentário